Notícias

Mabe fecha fábrica e pede recuperação judicial no Brasil

 

Mabe fecha fábrica e pede recuperação judicial no Brasil
Ronaldo Guedes, sócio-consultor da Lure Consultoria


Vamos refletir sobre a importância do Fluxo de Caixa e da Liquidez para as empresas. Estamos passando por um momento no Brasil em que a economia não se apresenta em seu melhor desempenho, é comum que as empresas sintam este impacto, mesmo empresas que possuem operações lucrativas podem ter problema pela falta de capital de giro, esse tipo de problema pode acontecer por uma má gestão do lucro (excesso de retiradas, imobilizações e investimentos), por problemas na gestão do ciclo financeiro (prazo de estoque e recebimento muito alto e/ou prazo de pagamento muito baixo), ou problemas com o financiamento do negócio (utilização inadequada de capital de terceiros, juros altos, prazos curtos e elevado volume de pagamento de empréstimos), tudo isso pode levar os empreendimentos a problemas sérios de liquidez (capacidade de pagamento) por falta de dinheiro disponível na empresa.


Nesses cenários são fundamentais a identificação exata dos problemas e os planos de ação para resolvê-los.Problemas com fluxo de caixa, capital de giro e liquidez são os principais fatores para o fechamento das empresas, como o caso da Mabe noticiado pela Exame.com.

 

Mabe fecha fábrica e pede recuperação judicial no Brasil


A terceira maior fabricante de eletrodomésticos do país e dona das marcas Dako, GE e Continental entrou na sexta-feira com pedido de recuperação judicial
Marina Gazzoni, do Estadão


São Paulo - A Mabe Brasil, terceira fabricante de eletrodomésticos do País e dona das marcas Dako, GE e Continental, entrou na sexta-feira, 03, com pedido de recuperação judicial.


A empresa anunciou também o fechamento da unidade de Itu, no interior de São Paulo, que fabrica lavadoras. A companhia sofria problemas de liquidez e está com produção interrompida há três semanas nas três fábricas no País.


“A medida foi tomada devido a problemas de liquidez. A intenção da empresa é reestruturar sua operação, tornar-se viável no Brasil e cumprir os compromissos adquiridos com consumidores, fornecedores, empregados e autoridades”, disse a Mabe, em comunicado.


A Mabe Brasil nasceu da fusão da GE Dako com a área de refrigeração da CCE, em 2004. Controlada pelo grupo mexicano Mabe, a empresa vinha sofrendo mais do que suas concorrentes com o desaquecimento das vendas de produtos de linha branca neste ano, disse ao Estado uma fonte do setor.


Executivos da companhia admitiram a representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região no início do ano que estavam negociando com fornecedores prazos mais alongados para pagamentos, disse o presidente da entidade, Jair dos Santos. 


Depois disso, começou a faltar matéria-prima nas fábricas para um ou outro produto. Até que na semana retrasada, a empresa pediu para os funcionários das três fábricas ficarem em casa”, lembrou Santos. Os trabalhadores de Itu foram demitidos na sexta-feira. Segundo o sindicato, são cerca de 1,2 mil pessoas.


Fonte: Exame.com

 

« voltar